sábado, 23 de abril de 2011

Sexo e Facebook



Bizarro, mas científico: um professor da Universidade de Claremont, chamado Paul J.Zak, conseguiu descobrir uma correlação entre a hormona oxitocina, ligada ao sexo, e as redes sociais como o Facebook e o Twitter.
Segundo o portal espanhol eleconomista.es, o estudo terá atestado, através de análises ao sangue, que os 'twitters' e os 'facebookers' libertam um alto nível da chamada 'hormona dos abraços e beijos', a tal oxitocina, depois de utilizarem as redes sociais.
Entretanto, o que o estudo do neurocientista norte-americano não diz, nem teria de dizer, é quantos relacionamentos reais vão ao ar com a ajuda do Facebook, o tal que 'ajuda' estabelecer pontes nos relacionamentos, nos abraços e nos beijos virtuais. Nem explica como se proteger de relações 'on-line', digamos, mais complicadas, que já resultaram - pasme-se! - em 28 milhões de divórcios até à data. Realmente, assim, 'é complicado' para quem é enganado, não pela tal oxitocina, mas por quem usa a rede para outros fins. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

Veja no Ocioso